As Comunicações de Vídeo a Vídeo são o Futuro

Marthin De Beer

15 fevereiro de 2012

Na última década as comunicações de vídeo saíram da ficção científica para se tornarem algo comum em nossas casas, no trabalho e em dispositivos móveis. No entanto, ainda estamos longe da meta de chamadas de vídeo, que sejam tão fáceis e onipresentes como as chamadas telefônicas são hoje, através de qualquer rede e entre todos os dispositivos.

Imagine o quão difícil seria se estivéssemos limitados a chamar somente às pessoas que utilizam a mesma operadora ou se o telefone só pudesse chamar aparelhos de telefone de marcas determinadas. A Cisco quer evitar esse futuro para as comunicações de vídeo e, por isso, recorreu hoje junto ao Tribunal Geral da União Europeia da aprovação da fusão entre Microsoft / Skype pela Comissão Europeia. Messagenet, uma operadora europeia de VoIP, já se juntou a nós no recurso.

Não tomamos esta ação levianamente. Respeitamos a Comissão Europeia e  valorizamos a Microsoft como cliente, fornecedor, parceiro e concorrente. A Cisco não se opõe à fusão, mas acredita que a Comissão Europeia deveria ter imposto condições que garantam uma maior interoperabilidade baseada em padrões, para evitar que somente uma empresa seja capaz de controlar o futuro das comunicações de vídeo.

Este recurso tem um único objetivo: assegurar a interoperabilidade baseada em padrões no espaço das chamadas de vídeo. Nosso objetivo é fazer com que as chamadas de vídeo sejam tão fáceis e simples quanto o e-mail é hoje. Efetuar uma chamada de vídeo para vídeo deveria ser tão fácil quanto discar um número de telefone. Hoje, no entanto, não se pode fazer chamadas de vídeo de maneira transparente de uma plataforma para outra, para a grande frustração dos consumidores e usuários empresariais.

A Cisco acredita que a abordagem certa para a indústria é apoiar padrões abertos. Acreditamos que a interoperabilidade baseada em padrões vai acelerar a inovação, criar valor econômico e aumentar as opções para os usuários de comunicações de vídeo, entretenimento e serviços.

O setor de comunicações de vídeo está em um ponto crítico de inflexão com consequências abrangentes. Em apenas três anos o mundo terá cerca de 3 bilhões de usuários de Internet, a velocidade média de banda larga fixa será de 28 Mbps e 1 milhão de minutos de vídeo (o equivalente a 674 dias) irá percorrer a internet a cada segundo. Na medida em que a colaboração de vídeo torna-se cada vez mais predominante, vários fabricantes terão que trabalhar em conjunto para permitir uma escala global e amplas opções para os clientes.

Para o bem dos clientes, a indústria reconhece a necessidade de interoperabilidade das comunicações unificadas em todas as partes, especialmente entre Microsoft / Skype e produtos da Cisco, bem como de outros produtos inovadores de comunicações unificadas. Os planos da Microsoft para integrar o Skypeexclusivamente com a sua Lync Platform Enterprise Communications poderão causar com que as empresas que desejem alcançar os 700 milhões de titulares de contas do Skype sejam obrigadas a utilizar somente uma plataforma Microsoft.

No coração desta oportunidade encontra-se uma pergunta sobre o modelo de interoperabilidade. Um enfoque permite que cada fornecedor defina seu modelo de interoperabilidade. Já outro enfoque se alinha à indústria em torno de padrões abertos definidos por organizações públicas não-partidárias. A escolha entre estes dois modelos será fundamental para determinar o futuro e a rapidez  para que as  chamadas de vídeo se tornem “a próxima voz”.

Se os fabricantes implementam seus próprios protocolos e interoperam de maneira seletiva, transferem o ônus de interoperabilidade para o cliente. Solicitamos respeitosamente que o Tribunal Geral atue sobre nossas preocupações e que a Comissão Europeia garanta que as proteções adequadas sejam postas em prática para estimular a inovação e um mercado competitivo.

Acerca de Felipe Lamus
Gerente de Relaciones Publicas, Cisco Latinoamerica

3 Responses to As Comunicações de Vídeo a Vídeo são o Futuro

  1. Mais uma vez a Cisco está com uma visão centrada das coisas. Parabéns pelo texto!

  2. Filhotes dice:

    excelente artigo, grande conhecimento.

  3. Ale dice:

    Permita-me comentar que, a Microsoft pagou pelo direito de estar predominante. Teve visão de future e isso chama-se concorrência no Mercado de Tecnologia!! A Cisco vai ser obrigada a focar no Mercado de redes, oque, por sinal, faz muito bem!

Deja un comentario

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s

Seguir

Recibe cada nueva publicación en tu buzón de correo electrónico.

Únete a otros 801 seguidores

A %d blogueros les gusta esto: